Programa Nossa História promove sua 20ª edição

Osasco - Foto: Murilo Raggio

Honra, privilégio e satisfação. Em poucas palavras, os convidados para a solenidade de hasteamento das bandeiras realizada na manhã da última quinta-feira (19), na Câmara Municipal, expressaram a emoção de participar do Programa Nossa História.

As bandeiras do Brasil, São Paulo e Osasco foram conduzidas e hasteadas respectivamente por Fábio Grossi, Patrícia Gonçalves Laureano Rocha Abadio e Antônio Carlos Orsi.

Nascido em 20 de março de 1955, na então Vila Osasco, bairro de São Paulo, Antônio Orsi, o Toninho, é filho de Ivo Orsi, que este ano completaria 100 anos de vida. De família emancipadora, Antônio Orsi, que hoje integra a diretoria da Ordem dos Emancipadores, e também é servidor público. Ele conduziu a bandeira de Osasco e, e. Emocionado, convidou os presentes a visitarem a sede da Ordem para terem o privilégio de conhecerem, em detalhes, a história da cidade. “A história de Osasco é muito bonita e merece ser conhecida”, comentou Orsi.

A jovem Patrícia Abadio, com 33 anos, hasteou a bandeira de São Paula primeira vez. Casada, mãe de quatro filhas, Patrícia, natural de Osasco, é filha de Eliseu Laureano e Antônia Cecília Gonçalves Laureano. Servidora dos Correios, declarou que estava muito emocionada com a oportunidade de hastear a bandeira de São Paulo pela primeira vez em sua vida. “Fiquei muito honrada e convido a todos para participar desse importante evento”.

Osasquense, nascido em 22 de janeiro de 1970, Fábio Grossi está próximo de completar 52 anos. É casado, pai de dois filhos e formado em gestão pública. Grossi atualmente comanda a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Anteriormente, ocupou o cargo de secretário-adjunto da pasta e também de Transporte e Mobilidade Urbana.

Fábio Grossi contou que para ele o hasteamento não é uma novidade. “Há 45 anos, eu tinha 7 anos e tive o prazer de ter uma professora que ensinava hábitos e costumes, incluindo o hasteamento a bandeira, e este momento pra gente era uma solenidade muito importante”, recordou o secretário, ao falar sobre a importância de valorizar momentos como este.

José Setter, da Ordem dos Emancipadores de Osasco, ecoou a fala de Grossi, reforçando que esta solenidade deveria se perpetuar. “Osasco tem uma história muito significativa, com muitas personalidades, e nós devemos preservar nossas tradições”, declarou o emancipador.

Vice-presidente da Câmara e da Frente Parlamentar Nossa História, o vereador Josias da Juco (PSD) lembrou da época em que os carteiros carregavam pesadas mochilas com cartas e de como as pessoas gostavam de recebê-las. Expressou a emoção das pessoas em sentirem-se queridas através das palavras e usou um trecho do hino de Osasco para lembrar aos presentes a importância da união e da fé.

“O hino de Osasco diz: ‘unido na fé e na esperança’. E nós precisamos estar unidos e com fé de que tudo isso vai passar”, frisou o parlamentar, ao lembrar da quantidade de pessoas infectadas pela variante ômicron. “Temos muitos amigos com Covid e é muito importante para todos nossos mantermos a fé nesse momento. Não podemos abrir mão dela e nem da esperança nesses momentos”, comentou o parlamentar.

Programa Nossa História

O Programa Nossa História, da Câmara de Osasco, é uma realização semanal da Frente Parlamentar Nossa História, criada em virtude dos preparativos para as comemorações dos 60 anos de emancipação político-administrativa de Osasco e do bicentenário da Independência do Brasil, datas que serão celebradas em 19 de fevereiro e 7 de setembro de 2022. Com o hasteamento de bandeiras, pretende-se estimular a prática do civismo e da cidadania. “Pensamos em criar um instrumento legislativo para que pudéssemos desenvolver atividades, eventos para trazer a nossa população de volta à questão do civismo, reforçando a importância de valorização da história”, explica o vereador Rogério Santos, presidente da Frente Parlamentar Nossa História. 

Fonte: osasco.sp.leg.br