Câmara de Osasco sediará abertura do “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”

Foto: Assessoria da deputada Sâmia Bonfim.

No próximo dia 25, quinta-feira, começa a campanha “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, um evento anual e internacional que vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Segundo Mônica Veloso, secretária-executiva de Política Para Mulher e Promoção da Diversidade, em Osasco a mobilização começa nesta segunda-feira (22), com a divulgação do calendário das atividades que serão realizadas na cidade. A Câmara Municipal de Osasco será palco da abertura oficial da campanha.

“Temos um calendário com muitos eventos, palestras, debates e divulgação da necessidade de combatermos a violência contra as mulheres. Serão mais de 16 dias intensos para que possamos envolver a sociedade nesse debate”, comentou Mônica Veloso.

Segundo a secretária, também será realizada a campanha do Laço Branco, que procura envolver os homens no ativismo pelo fim da violência. “Precisamos envolver o maior número de pessoas possível e os homens precisam entrar nessa luta também. Por isso, a campanha Laço Branco é importante”, afirmou.

Emenda Parlamentar para Casa de Passagem

Monica Veloso aproveitou para falar sobre a emenda da deputada federal Sâmia Bonfim (PSOL), que encaminhará R$ 800 mil para Osasco, a fim de que seja efetivada a criação da Casa de Passagem para mulheres vítimas da violência. “É uma emenda extraordinária. Essa ação é uma oportunidade fantástica para fortalecer uma estratégia e amarrar o acolhimento. Com isso, garantiremos para essas mulheres um espaço que representará superação. Nossa cidade, com o apoio do prefeito Rogério Lins, tem um plano muito acertado e a emenda da deputada agilizará a execução desse plano. Estamos muito animados e estimulados para colocar em prática muitas ações no próximo ano”, declarou Mônica Veloso.

A deputada Sâmia Bonfim (PSOL) falou sobre a emenda destinada à construção da Casa de Passagem, em sua visita à Osasco, na última sexta-feira (19).

“Tivemos uma reunião com o prefeito e com representantes de diversas secretarias para acordar a emenda destinada para construção de uma Casa de Passagem. Será a primeira em Osasco e a primeira na região oeste. Um equipamento público de suma importância para o combate da violência contra as mulheres”, disse a deputada federal, que aproveitou a agenda para visitar a 1ª Feira Multicultural de Osasco.

“Conversamos com artesãos e construtores da economia solidária que contam com nosso apoio e nós pretendemos seguir com algumas atividades e ações para esse público, que também precisa de apoio”, finalizou Sâmia Bonfim.

O valor de R$ 800 mil, destinado pela deputada para a construção da Casa de Passagem em Osasco, já está previsto para o orçamento de 2022.

“As mulheres sofrem violência e não têm para onde ir. A Delegacia da Mulher não atende 24 horas e a viatura Maria da Penha tem apenas um veículo. A violência contra mulher não tem hora para acontecer e elas precisam de auxílio. E essa Casa de Passagem será muito importante”, afirmou a vereadora Juliana da AtivOz (PSOL).

Ana Paula Rossi (PL), também comemorou a destinação da verba para Osasco. “Muito ainda temos de caminhar nessa questão. Mas, pela primeira vez, temos cinco mulheres vereadora na Casa e estamos muito afinadas. Essa questão de mulheres vítimas da violência cresceu muito durante a pandemia. Já falei com o prefeito sobre isso, estamos agendando reunião com ele e com a secretária-executiva Mônica Veloso. É urgente mesmo a construção de uma Casa de Passagem para atendimento dessas mulheres, que é prioridade para nosso governo”, diz a vereadora.

Ana Paula Rossi, Juliana da Ativoz e Joel Nunes também visitaram, na sexta-feira (19), a 1ª Feira Multicultural de Osasco, encerrada neste domingo (21).

Por Ana Luisa Rodrigues

Fonte: osasco.sp.leg.br