Senadores entram com pedido na justiça para impedir que Bolsonaro vá aglomerações

A participação do presidente, Jair Bolsonaro, nas manifestações de domingo (03), reforçaram a intenção de dois senadores e um advogado contra as aglomerações apoiadas pelo chefe do Executivo em nosso país.

A contrariedade das ações face à recomendação de distanciamento realizada pela Organização Mundial da Saúde e demais órgãos nacionais e internacionais de Saúde, vem causando espanto a nível mundial e até mesmo preocupação, dado os alarmantes números de contagiados em nosso país que cresce a cada dia, cada vez mais.

Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Fabiano Contarato (REDE-ES) e o advogado Ruben Bemerguy protocolaram na Justiça Federal de São Paulo a ação, que pede que “seja determinado ao Presidente da República que se abstenha de promover ou participar, de qualquer forma, de atos em que haja aglomeração de pessoas, em direto desrespeito às recomendações da OMS, Ministério da Saúde ou do próprio Governo do Distrito Federal, enquanto perdurar o estado de emergência em decorrência da pandemia.”