Bolsonaro afirma que é inocente e que Moro é quem tem que provar as acusações

Foto: IstoÉ

A guerra política entre Bolsonaro e o ex-ministro da justiça, Sérgio Moro, parece longe de acabar.
Em coletiva de imprensa realizada tradicionalmente pela manhã de forma improvisada, o presidente da República reiterou sua inocência.

Moro é quem tem que provar que eu interferi”, afirmou.

De acordo com Bolsonaro, a investigação autorizada pelo decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, não é um exagero, pois se trata de normas que devem ser seguidas pelo magistrado em face as leis vigentes em nosso país e que sua defesa ocorrerá por meio da Advocacia Geral da União.