Vereadores aprovam App para marcação de consultas e exames em Osasco

Os vereadores osasquenses aprovaram em plenário, na sessão ordinária desta terça-feira (3), sete itens na pauta da Ordem do Dia.  Ao todo foram seis três projetos em segunda discussão e outros três mais uma emenda em primeira discussão. Um dos destaques da pauta foi o Projeto de Lei 50/2019, que dispõe sobre a implantação de aplicativo de celular na Secretaria de Saúde para agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do município.

A proposta, de autoria do Vereador Jair Assaf (PROS), foi aprovada por 14 votos favoráveis e nenhum contrário. Como a aprovação aconteceu em segunda discussão, o projeto agora segue para apreciação do Prefeito Rogério Lins (PODE), que poderá sancioná-lo ou vetá-lo.

Ao defender a proposta em plenário, Jair Assaf afirma que o aplicativo vai permitir à população a marcação de consultas e exames com mais agilidade. “Tenho certeza que a administração municipal não vai deixar de analisar favoravelmente este projeto”, declarou.

Além do projeto do App da Saúde, outros dois projetos de Assaf foram aprovados em segunda discussão, também com 14 votos favoráveis. O primeiro é o Projeto de Lei Complementar 3/2019, que trata da regularização de imóveis com menos de 125 metros quadrados.

O segundo, o Projeto de Lei Substitutivo 1/2019 ao Projeto de Lei 74/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade de manutenção de brigada profissional, composta por Bombeiros Civis, em estabelecimentos comerciais de grande porte.

PROJETOS DA PMO

Os parlamentares incluíram três projetos de autoria da Prefeitura do Município de Osasco (PMO) na pauta, além de uma emenda. Todas as matérias foram aprovadas em primeira discussão e dependem de nova votação para que possam ser sancionadas pelo prefeito.

Os projetos aprovados dizem respeito à concessão de uso de áreas públicas para cooperativas de reciclagem, instituição de carteira funcional para os guardas civis municipais (CGMs) e autorização para transporte de animais domésticos e de pequeno porte nos ônibus municipais.

Fonte: Câmara de Osasco